SINDEP/MG OBTÉM ACORDO JUDICIAL FAVORÁVEL AOS FILIADOS


O presidente do SINDEP/MG, Bertone Tristão, e o assessor jurídico da entidade, Rodrigo Dumont, participaram na tarde desta terça-feira (14) de audiência de conciliação na 29° vara cível de BH, no bojo da ação judicial que o SINDEP/MG ajuizou em face do Banco do Brasil, em razão dos descontos consignados indevidos, uma vez que durante o ex-governo Pimentel, o Estado se apropriou dos valores dos empréstimos dos servidores e não os repassou ao banco estatal, e este por sua vez realizou os descontos diretamente na conta corrente dos servidores que possuem descontos de empréstimos em folha de pagamento, no quinto dia útil. Houveram relatos de filiados que passaram por situações dramáticas em razão desses descontos ilegais. Para colocar um fim à ação, a advogada e o preposto do Banco do Brasil propuseram o retorno do desconto aos filiados ao SINDEP/MG e aos que vierem a se filiar à entidade, ao dia 28 de cada mês, antes mesmo de formalizado o retorno da consignação do Estado ao Banco do Brasil. Foram iniciadas ainda, tratativas entre o sindicato e o BB que possibilitarão futuras parcerias em prol dos filiados. Ao azo, apurou-se que a ex-administração do Estado apropriou-se da quantia aproximada de 350 milhões de reais não repassados ao Banco do Brasil, embora descontado dos servidores. No entanto, a notícia boa, foi a de que esse montante foi negociado pelo governo Zema (NOVO) em condições que embora o Banco do Brasil tenha considerado desvantajosas, trouxeram a perspectiva de retorno da consignação com os servidores públicos. Filie-se ao SINDEP/MG e garanta os seus direitos! 


© 2017 - SINDEP/MG

  • Facebook ícone social
  • Instagram

União. Justiça. Valorização.