SINDEP/MG PROMOVE PALESTRA SOBRE GESTÃO DE PROCEDIMENTOS DE INVESTIGAÇÃO POLICIAL


O SINDEP/MG, após uma grande procura por Escrivães de Polícia, além de demais policiais civis e profissionais da Segurança Pública de Minas Gerais e de outros estados, promoverá, nesta quinta-feira (28/02/2019), às 15h, na sede da entidade, localizada na rua Além Paraíba, 891, bairro Bonfim, em BH/MG, palestra com o Escrivão de Polícia, Jorge Luiz de Souza, que desenvolveu um programa inovador, que facilitará o trabalho diário com referência a gestão de procedimentos investigatórios. Segundo Jorge Luiz, os procedimentos investigatórios são digitalizados (microfilmagens), alimentando o sistema com todos os dados possíveis, como nome de autor e vítima, bem como outras informações que visam a localização daqueles. "Este sistema foi criado para deixar o serviço do Escrivão de Polícia bem prático e mais fácil. Foi desenvolvido principalmente para facilitar a consulta de inquéritos, ofícios e diligências preliminares, sendo operado numa única tela, num banco de arquivos. O Escrivão não perderá tempo procurando em papéis, nem alimentando banco de dados de forma ineficaz. É gestão de conhecimento, de suma importância na aplicação prática da investigação", afirmou Jorge. Além de apresentar o programa, Jorge também instruirá os presentes a forma de executá-lo. É importante ressaltar que o SINDEP/MG, a exemplo da palestra sobre interrogatório e hipnose, solicitou à ACADEPOL para que difundisse aos policiais civis essa inovação, porém não obteve resposta. "É muito difícil encontrar amparo pela ACADEPOL, em se tratando da difusão de conhecimentos de formação policial, quando as iniciativas não partem de delegados ou das entidades que os representam", afirmou Bertone Tristão, presidente do SINDEP/MG. Os interessados em participar da palestra deverão confirmar presença no telefone da sede do SINDEP/MG 2520-6034 ou no e-mail secretariasindep@gmail.com, com o assunto palestra. 


© 2017 - SINDEP/MG

  • Facebook ícone social
  • Instagram

União. Justiça. Valorização.