Após inspeção sindical, diretoria do SINDEP/MG se reúne com delegada regional de Contagem


Após duas inspeções sindicais realizadas pelo SINDEP/MG, em menos de três meses, na 2ª DPC de Contagem, onde funciona o plantão regionalizado, com a constatação de problemas gravíssimos, tanto de infraestrutura, como de carência de pessoal e excesso de trabalho, a delegada regional Alessandra Wilke e a chefe de cartório receberam, nesta quarta-feira (6), o presidente do SINDEP/MG, Bertone Tristão e o diretor de relações políticas da entidade, Paulo Fernando. Durante a reunião, foi relatado à delegada todo o resultado da inspeção. Em se tratando de carência de efetivo, notadamente Escrivão de Polícia, Alessandra informou que o que ela pode fazer é deslocar um Escrivão de Polícia da Regional para dar apoio ao plantão durante o expediente. Além disso, também deslocaria um Escrivão de Polícia para suprir a falta de outro de uma equipe do plantão, que se encontra afastado. Segundo Bertone, o que a delegada tem de proposta não supre a grande demanda e a sobrecarga na delegacia, principalmente do Escrivão de Polícia que substituirá o que está afastado. "Matematicamente não haverá alteração quantitativa", afirmou o presidente. Ainda de acordo com Bertone a situação dessa delegacia é gravíssima. "Não me sentiria seguro para dizer a vocês se o resultado da reunião foi satisfatório ou não, haja vista que hoje seguramente o plantão regionalizado de Contagem é o pior e mais caótico e sucateado plantão policial do Estado de Minas Gerais ofertado pela Polícia Civil", ressaltou Tristão. Sobre o prédio da Delegacia Regional em construção há mais de cinco anos, a delegada afirmou que ficará pronto no prazo de três meses, restando apenas alguns acabamentos a serem instalados, bem como reparos e instalações elétricas. Segundo informações fornecidas pela SPGF, diversos equipamentos e mobiliários já estão separados e disponíveis para serem utilizados no novo prédio. Alessandra também confirmou que de fato determina que um investigador de cada equipe de plantão de Contagem dirija-se em seu horário de trabalho para o prédio da Regional, para assim evitar que ocorram furtos, bem como ocupação ou mesmo invasão do prédio por meliantes de toda ordem. A delegada regional entende também que existe uma cultura entre os Escrivães de Polícia e também delegados, de cada um fazer no máximo três flagrantes por plantão, além de relatar que não gostaria de dois Escrivães de Polícia em cada equipe, com receio de não otimização de recursos humanos, mas que precisaria desse número para cada equipe. Por fim, os representantes do SINDEP/MG discordaram desse entendimento da delegada regional, e reconheceram, ao mesmo tempo, ausência total de recursos para dar solução ao problema, que seria, emergencialmente, a lotação de três Escrivães de Polícia no plantão, que viessem removidos de outras unidades policiais. É importante ressaltar que o SINDEP/MG continuará com as inspeções e cobrando da PCMG melhoria das condições de trabalho do Escrivão de Polícia.  


© 2017 - SINDEP/MG

  • Facebook ícone social
  • Instagram

União. Justiça. Valorização.