Denúncia: "caos" instalado na Delegacia de Plantão Barreiro


O SINDEP/MG já realizou nos ultimos meses, inúmeros encontros no ambito da administração da Polícia Civil, e mesmo do poder legislativo, para auxiliar na busca de soluções que vem afligido as unidades de plantão, especialmente as que atendem a população da grande RMBH.

As tratativas estabelecidas pelo sindicato tem sido insuficientes para sensibilizar a administração quanto a importância de se incrementar o efetivo de Escrivães de Polícia nas unidades policiais de pronto - atendimento, como é o caso da DELEGACIA DE PLANTÃO BARREIRO (DEPLAN/BARREIRO), que conta tão somente com UM ÚNICO ESCRIVÃO DE POLÍCIA por equipe, responsável pela realização das diligências investigativas e formalização destas, atividades típicas de plantão, para o atendimento de toda a circunscrição da região do Barreiro, parte da circunscrição da região Sul e "clínica- geral" da circunscrição de Nova Lima, que apesar de abrigar uma delegacia regional, não aportam ocorrências fora do horário de expediente.

O SINDEP/MG sempre busca conciliar, harmonizar, e encontrar alternativas para as dificuldades que surgem.

Mas no caso das CEFLANs - hoje dominadas DEPLANs - vivenciamos uma tragédia anunciada, já que, os afastamentos e aposentadorias que hoje penalizam e sobrecarregam os que permanecem no quadro ativo, já estavam previstos. Porém, além da carência de efetivo, a forma de gerir os recursos no âmbito da PCMG é arcaica, burocrática, portanto ultrapassada, o que só piora a qualidade do serviço prestado, desmotiva os profissionais, desvalorizando-os, na medida em que também degrada o ambiente laboral.


© 2017 - SINDEP/MG

  • Facebook ícone social
  • Instagram

União. Justiça. Valorização.