SINDEP/MG se reúne com Administração Superior da PCMG e entidades de classe


O Diretor de Relações Políticas, Paulo Fernando, e o Conselheiro Fiscal do SINDEP/MG, Mauro Moutinho, representaram a entidade em reunião ocorrida na tarde desta quinta-feira (17), a convite da Chefia da PCMG, com membros do Conselho Superior da Instituição e as demais entidades representativas das carreiras policiais. O objetivo foi a discussão sobre a decisão do Tribunal de Contas de Minas Gerais, prejudicial à aposentaria diferenciada dos servidores policiais civis, acabando com a paridade e integralidade. Outra questão discutida foi sobre alterações na Lei Orgânica da PCMG.

Segundo Paulo Fernando, Diretor de Relações Políticas do SINDEP/MG, o primeiro ponto apresentado foi sobre o acórdão do TCE. Todos os sindicatos e associações presentes, sendo dos Escrivães de Polícia, dos Peritos Criminais, dos Investigadores de Polícia e dos Delegados de Polícia agiram para defender a categoria policial, recorrendo com a finalidade de esclarecer obscuridades na decisão do tribunal.

Além de recorrer judicialmente, as entidades classistas e a Chefia da PCMG buscaram apoio político para que a decisão não prejudique todos os policiais civis.

Após esse ponto que tanto aflige toda a categoria, a reunião tratou sobre alterações na Lei Orgânica da PCMG. Foi definido que todas as entidades de classe presentes apresentariam as demandas específicas de cada carreira e as comuns a todas, e enviariam à Administração da Instituição. Uma reunião será agendada para discussão de todas as propostas, para que tenha melhoria para todos com as devidas alterações, inclusive para os Escrivães de Polícia. Segundo os conselheiros presentes, o que for decidido sobre as alterações na lei orgânica, será enviado à Assembleia Legislativa.

Para o Conselheiro Fiscal do SINDEP/MG, Mauro Moutinho, o Grupo de Trabalho criado para definir essas alterações deverá ser levado em consideração. "As várias reuniões, com a presença das entidades de classe para alterações na Lei Orgânica, contempla as necessidades de todas as carreiras, tanto específicas quanto gerais. É importante enviarmos o documento elaborado e discutirmos todas as propostas com a Chefia da PCMG", ressaltou Mauro.

Participaram da reunião, além de representantes de sindicatos e associações das carreiras da Polícia Civil, representantes do Conselho Superior da Instituição.


© 2017 - SINDEP/MG

  • Facebook ícone social
  • Instagram

União. Justiça. Valorização.